quarta-feira, 20 de junho de 2012

O Solstício de Verão e as Ervas de São João




Às vésperas de 24 de junho, se celebra um dos acontecimentos mais esperados do ano: o solstício de Verão, uma data que já era considerada importante pelos os nossos antepassados, e portant0 tradicionalmente celebrada de muitas maneiras.

Depois desta data, os dias vão ficando cada vez mais curtos, logo se acreditava  que o Sol não voltaria mais com todo o seu esplendor e força, se realizavam então todos os tipos de rituais ligados ao fogo, simbolizando o poder do Sol, na intenção de lhe ajudar a renovar suas energias.
Fogueiras eram acesas, procissões com velas eram realizadas, se saltava  e  bailava ao redor da fogo com o intuito de se  purificar e se proteger das influências malfazejas, assegurando-se assim  também o renascimento do Sol.

Estas são celebrações  que remontam há tempo longíquos, bem antes ao advento do cristianismo; eram festas gregras dedicadas a Apolo e  romanas dedicadas à Minerva, deusa da guerra. O cristianismo não conseguindo erradicar todas estas crenças pagãs, resolveu cristianizá-las. Assim, esta data mágica do solstício foi dedicada a são João Batista, contrapondo-se  ao nascimento de Jesus no solstício de Inverno.

Se nos nossos dias atuais, às vésperas do dia de São João, a noite é iluminada por fogueiras, recheadas de balões e todas as "moçoilas casadoiras" fazem adivinhações para saber do futuro marido, o amanhecer desta data não deixa de ser um momento especial para os herbalistas, praticantes da Alta Magia e todos aqueles que são cientes do Poder das Ervas.
Diz a Tradição que as plantas, flores e ervas possuem uma eficácia extraordinária quando colhidas antes do nascer do Sol nesta manhã manhã. Essas plantas são conhecidas como sanjuaneras.

Em alguns países da Europa ainda perdura o costume de se confeccionar com elas ramalhetes, cruzes, coroas ou guirlandas para serem colocadas na parte externa da casa para atrair  felicidade e sorte. Na Catalunha, eles se chamam o ramellet de la bonaventura.

Eis aqui as sete principais  Ervas de são João e algumas dicas valiosas!

- Artemisia ( Artemisia vulgaris) 

Planta mágica por excelência, a Artemisia era - e ainda é - considerada no Extremo Oriente como dotada de virtudes purificadoras. 
Segunda a Tradição, ela favorece  e intensifica o dom da vidência, purificando também todos os instrumentos (bola de cristal, cartas). 
Para os cartomantes e tarólogos, no recinto de consultação, é aconselhável realizar fumigações de Artemisia regularmente.
 Alíás, foi pensando em nossa amiga Cigana e cartomante renomada Sonia Boechat, do  Tzara da Estrela ,  que fiz este  Incenso que é bastante indicado para aqueles que se dedicam a dar consultas diariamente.

- Mil-folhas ( Achillea millefolium)



Mil-folhas, milefólio, milenrama, ou ainda, erva-de-carpinteiro, é uma erva que em vários países europeus, como França e Irlanda, deve ser queimada no momento do solstício; na véspera de São João, os irlandeses a penduram em sua casas para se defenderem das doenças.
O pó de suas folhas é uma fumigação poderosa e protetora. Coloque este pó em um saquinho vermelho, e vai se sentir protegido, seu magnetismo será reforçado, exercendo uma maior atração sobre seus amigos e pessoas do sexo oposto.

 - Hipérico ou Erva-de-São-João ( Hypericum perforatum)




Desde da época galo-romano o Hipérico é denominado "fuga daemonium", por distanciar toda bruxaria e enfeitiçamento. Portanto, fumigações de hipérico com o incenso de 
Olíbano são bastante benéficas.

 Na impressão de se sentir perseguido ao ter seu sono pertubado por  seres malfazejos, experimente fazer um unguento à base de hipérico, e friccione seu plexo solar antes de dormir. Com certeza, você estará protegido desses seres. 


 - Salva ( Salvia officinalis

De essência solar, é uma planta dotada de poderes de harmonia, proteção e cura.
Em conjução com a  Quinquina, o Alho e o Alecrim, é perfeita para a purificação de sua casa, apartamento...  









-  Sempervivum ( gênero) 

O interessante é que em francês esta planta se chama " jourbabe" originário de "jovibarba, barba de Júpiter". Muitas vezes ela é plantada aos arredores para afastar os raios, as tempestades e proteger de doenças. 












- Dente-de-Leão ( Taraxacum officinale)

Governada por Mércurio, esta erva tem o poder de acalmar os nervos, melhorar a atividade mental e favorecer os negócios financeiros.
Antes de provas e exames, queime o Dente-de-leão com o incenso de Benjoim.
Tem uma loja ou casa comercial? Queime regularmente ele com o Tomilho e o Visco-branco.



 - Calêndula (Calendula officinalis)


Eis uma erva solar que em todos os sentidos é benéfica!
O pó da Calêndula, seja no sachet que é carregado consigo, ou num banho,  canaliza as vibrações da espiritualidade e da glória. Sua ação é durável e profunda.
O uso regular desta planta em conjução com  a Acácia, a Angélica, o Manjericão e demais ervas solares ajuda a transformar nossa estrutura, ao nos purificar e equilibrar os nossos corpor, tanto o físico como os sutis. 


 Have a Blesses Litha!



Paz e Luz!














Nenhum comentário:

Postar um comentário