quarta-feira, 11 de abril de 2012

Após a Páscoa, um novo Ciclo



"Oh! Grande Deusa, tu te liberaste da prisão gelada do Inverno.
Eis o tempo aonde tudo se torna verdejante,
aonde o leve perfume das flores flutuar sobre a brisa.
Eis o começo,
por tua Magia, a vida renasce Deusa -Terra.
O Deus se espreguiça, desperta com o ardor juvenil,
carregando em suas entranhas as promessas do Verão."

Ressuscitar, renovar, renascer, render homenagens às forças de um novo tempo, restabelecer o equilíbrio da Vida, favorencendo assim um novo porvir. Antigas e novas crenças são celebradas, contudo, o que é mais importante é que no seio de cada uma  há a proemessa de um novo ciclo. A Páscoa representa esse marco espiritual no tempo e espaço, refletindo no Espírito uma passagem, uma renovação com o despertar do Deus-Sol, um drama mítico e cíclico, que o Mestre dos mestres de acordo com a Providência Divina, escolheu encenar.
E para este novo que se inicia, quais idéias e sugestões nos fornecem os oráculos cartomânticos imbuídos de arquétipos universais,  símbolos e mitos? Escolhi para esta reflexão o Crystal Visions Tarot, o Wiccan Oracle, o The Druid Plant Oracle e o Earth Magic Oracle.



O primeiro Arcano além de me fornecer uma percepção geral deste ciclo, me levar a crer que será um tempo regido pelo princípio masculino, e portanto, será bastante ativo, seco e ...

Com o Mago, estamos diante de todos os tipos de ações destinadas a transformar a vida, e ainda, no bojo, o começo de algo, boas iniciativas, vitalidade e força para novas empreitadas! Fortemente influenciado pelo planeta Mercúrio, o Mensageiro dos deuses em conjunção com a Fava que carrega em si  um simbolismo fálico, cujo o regente planetário é também Mércurio! Huuuumm! Isso me faz  lembrar de Exu e acima de tudo, no Outro Mundo, no Ayê! Sabe por quê? Esta fava, além de ser associada  à fertilidade, é associada à reincarnação; para os antigos, esta erva se comunicava diretamente  com o reino dos mortos. 
Sincronias, coindências, acontecimentos mágicos ou milagres que não são nada mais nada menos que manifestações no plano físico das Energias Divinas,  eis a projeção do lado mensageiro do Mago.

 Com todo esse Fogo Criativo, todo esse poder em mãos, com a faca e o queijo na mão, não há o risco de se queimar? Em outras palavras, tamanha é a euforia que há a probabilidade de se esquecer as  metas originais, subestimar a tal ponto as habilidades que se perde a visão geral do todo. Eis o lado bloqueador do Mundo. Todo o seu potencial de realização vislumbrado na Árvore da Vida, superar as barreiras, descobrir as novas possibilidades e dimensões que este ciclo pode oferecer podem ir para as cucuias!




E me pergunto então, quem ou o quê pode vim ao meu socorro para equilibrar ou até minimizar esse fogaréu? E me aparece o Hierofante, pedindo um certo engajamento em algum tipo de tradição, ou quem sabe ainda se conformar a certas regras se realmente existe o desejo de se concretizar algo.  É se ativando,  é agindo e se  envolvendo, estando  totalmente presente que se pode dá  ou receber ensinamentos,  enfim uma oportunidade para aprender. Obter novas visões, percepções e conhecer outras dimensões...













Bençãos )O(







Nenhum comentário:

Postar um comentário