segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Trigo ( Triticum sp.)



Mera coincidência  ou um verdadeiro sinal de que a Deusa está presente? 
Prefiro a segunda opção, pois acredito que para a Espiritualidade não existem acasos ou coincidências e que  através deste oráculo, Ela nos envia sua mensagem de renascimento e abundância, pois daqui a dois dia estaremos comemorando a festa do Imbolc.
A carta mostra uma cena da colheita  em pleno sol... Podemos ver a cruz de Brigid, e ao fundo uma comunidade bem distante.


O trigo é um cereal cultivado no mundo todo. Sua palha é utilizada para fazer ninhos, forragem e até tetos de casas. Derivado de três espécies selvagens que, ao seguir dois ramos evolutivos distintos, criaram uma planta com enormes grãos que são incapazes de se dispersarem por si só, dependendo assim totalmente do homem para se propagar. Ao se tornar um alimento de base da humanidade, o trigo desempenhou um papel importante no desenvolvimento da civilização na transição da sociedade de caçadores-coletores para a sociedade agrícola. Ele apareceu pela primeira vez no Oriente Médio, há alguns 10, 000 anos, quando o trigo-selvagem e o grão selvagem se cruzaram dando posteriormente origem à outras variedades. 
O trigo era cultivado no Vale do Nilo no Egito antigo, e  fósseis descobertos mostram que cerais, como ele, eram também cultivados na ilha escocesa de Arran há 8 mil anos, ou seja, numa época em que a agricultura  dava seus primeiros passos na Grécia. Por volta de  4.000 a.C, a cultura agrícola já tinha se propagado por todo o conjunto da Grã-Bretanha.


Recentemente, dois corpos foram descobertos tão bem preservados que o conteúdo de seus estômagos puderam ser analisados. De um deles, que o denominaram Otzi,  morreu há   
5 000 anos tentando atravessar os Alpes, seu corpo foi totalmente congelado. Sua última refeição consistia em carne, uma planta, um pouco de pão feito de uma  das espécies mais antigas  de trigo. Três mil anos mais tarde, o outro homem morreu em Midlands. O chamaram Príncipe Druida, pois segundo os especialistas, espontâneamente, ele se ofereceu em sacrifício para proteger a Irlanda da invasão romana. Em seu estômago foram encontrados o visco-branco (erva sagrada para os Druidas), trigo e aveia. Tais descobertam mostram que os homens  se alimentam de cereais há milênios!

O trigo já era  utilizado nos ritos religiosos dos egípcios, assírios, caldeus, romanos, gregos e mesmo na Índia. Sob a forma de pão, ele se tornou o mistério do cristianismo. Ainda desempenha um papel singular em uma das narrativas mais importante da tradição druídica: O Conto de Taliesin, aonde a deusa Ceridwen persegue um jovem iniciado  através das quatro estações até que ele se transforma em um grão de trigo e ela em uma galinha. Engolindo o grão, a deusa concebe o melhor poeta da Terra.
Como símbolo de alimento, fertilidade e renascimento anual da vida, o trigo é a oferenda da festa da colheita de Lugnasad (1 de agosto no hemisfério Norte e 1 de fevereiro no hemisfério Sul. Uma sacerdotisa representando o papel de Ceridwen oferece o trigo à terra e a primeiro pão é dividido entre todos os participantes do ritual.


Acredita-se que foram os seres de Vênus que trouxeram o trigo à Terra, assim como o milho e a aveia.  Seres Elementais da Terra amam extrair  sua vitalidade etérica  para se alimentar, e talvez por isso existe a crença que os cereais  atraem a riqueza material e tê-los sempre em casa  é possuir o fermento da prosperidade.
Numa tigela de barro, coloque um punhado de grãos de trigo ( ou de outro ou vários cereais)  no lado Norte de sua casa, para atrair abundância e riqueza. Troque o conteúdo da tigela a cada semana.


Nesta semana então:


- Tire um tempo para celebrar os resultados árduos do trabalho.
- Agradeça e aprecie as realizações, a colheita da vida. Muita energia foi dispensada ocupando-se da família, trabalhando para o futuro, mas tire um tempo para se  divertir com a família.
- Ser generoso (a)! Quando as necessidades materiais e emocionais estão satisfeitas, somos livres para nos concentrarmos sobre os dons que podemos oferecer ao mundo.










Paz e Luz!




Nenhum comentário:

Postar um comentário