quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Durga


Poder contra o mal e a negatividade; conhecimento; sustento.

Esta deusa guerreira hindu é tipicamente descrita  como uma mulher de uma grande beleza com dez braços que seguram armas divinas para proteger tudo o que é sagrado - inclusive seus devotos. Seu papel na mitologia indiana é tão poderoso que o hino nacional canta seus elogios a esta guardiã. De acordo com as histórias, Durga dominou o grande demônio que ameaçou destruir não apenas a Terra, mas também todos os deuses.
O festival de Durga acontece nas primeiras noite de Outono, estação onde o dia escurece cada vez mais cedo. Quando isso ocorre, ela se oferece zelosamente para defender a bondade contra qualquer malevolência que mora nessa escuridão. 
Se há uma pessoa ou projeto que necessita de uma proteção especial,  você solicitar a proteção de Durga hoje. Acenda uma vela amarela (ou qualquer vela) e diga:

Durga, protetora  e guardiã, vigie  com a devida diligência (pessoa, situação, ou projeto).
Tome a espada da Verdade, o poder da  Justiça, 
e a Luz de decência e monte guarda contra as  tempestades que vêm. 
Que assim seja.


Apague a vela. Você guardá-la e acender quando achar que necessita novamente de proteção.
Para estimular  a providência de Durga, você pode colocar uma tigela com arroz em seu altar, pois este é o aspecto de Durga que nos fornece o alimento diário.




Extraído de 365 Goddess, Patricia Telesco, tradução e adaptação De Keizerin.


Paz e Luz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário