terça-feira, 26 de julho de 2011

O Sagrado Feminino Afro-Brasileiro



BannerFans.com

Inspirei-me no panteão afro-brasileiro,  mais precisamente  nas divindades femininas de nossa imaginário religioso e popular  para criar esta tiragem na intenção de descobrir , reconhecer e valorizar os  inúmeros aspectos da alma feminina expressos pelos padrões íntimos ou arquétipos destas deusas, na medida também que possamos conhecer nossas forças e  fraquezas  sobre o plano físico, mental, afetivo e social e espiritual.
Este modelo de leitura conta com 7 sete cartas, onde cada representa  uma divindade feminina,  refletindo assim os setores de nossa vida, nos convida a propor questões, a examinar nossas escolhas e  responder de maneira criativa aos desafios de nossa existência.  Cada carta,
( Uma dica para facilitar a leitura: você pode escolher uma só questão   dentre as várias que são propostas.)
 1. Yemanjá: é a deusa e rainha de todas as águas do mundo, seja das águas doces dos rios, seja das águas salgadas do mar. Seu nome deriva da expressão Yèyé omo ejá, que significa a “mãe dos filhos peixes” , portanto, personifica o instinto daquela mãe que está ligada à educação dos filhos, à casa, à família.
Odô iá!
Como cuido de minha família? Como é minha relação com meus filhos?  Como vivo minha filiação familiar?

 2. Nanã Buruque: é a deusa dos mistérios, seu designa pessoas idosas e respeitáveis. Morte e vida são os mistérios;  nos primordios do mundo quando o homem entendeu que vida e morte caminham juntas,  entendeu os mistérios de Nanã;  quando procuramos conhecer a própria vida, o próprio destino, estamos conhecendo uma faceta de Nanã.
Saluba Nanã!
Qual é minha missão de vida? Como percebo a questão da morte? Deixo-me seduzir por alguma via espiritual? Como é minha ligação com meus ancestrais?

3. Oxum : é a bela deusa  sensual de amor e da fecundidade( um de seus traços além da de mãe sempre zelosa e bondosa para com seus filhos. É a mulher vaidosa, dengosa e formosa. Oxum é famosa  também por sua magia, seus feitiços,  e seu conhecimento sobre os segredos da  adivinhação, que aprendeu com Exu.
Ora iê iê ô !
Como está o meu amor-próprio, minha auto-estima? Como expresso minha feminilidade?  Como vivo minha relação amorosa?  Sou eu interessada em esoterismo ou na espiritualidade?

4. Yansã: é a rainha dos raios, dos ventos, do tempo que se fecha sem chover; é uma guerreira por  vocação, sabe  conquistar, enfrenta qualquer desafio, e em matéria de amor, ama um homem por amar, por deseja ser, acima de tudo, amada e não ser sustentada.
Eparrê Oiá!
Minha vida cotidiana é equilibrada ou bastante carregada? Como enfrento os problemas  e as diversidades da vida? Com relação à minha vida profissional, desejo o poder? Tenho ambição?

5. Obá: é a síntese de toda mulher, é um orixá bastante velha, mas, apesar da idade, usa arco, flecha e espada , por isso, bastante guerreira. É protetora de todas as sociedades  secretas de mulheres na  África. Assim, Obá personifica todas as mulheres  que lutam, reivindicam seus direitos, enfrenta o poder masculino, mas quando  se apaixona  e ama, se  anula.
Obá Ixi!
Como posso me aplicar na vida social ? Tenho necessidade de aprovação social para me sentir bem consigo mesma? Tenho necessidade de me engajar em alguma organização ou grupo para desenvolver minha consciência  social? 

6. Ewá:  era uma linda virgem que se deixou envolver pelos charmes de Xangô e a ele se entregou, provocando a ira de Yansã. Para fugir da rainha dos raios, se refugiou nas matas , tomada pelo medo. Tudo o que é inexplorado, as virgens, as matas,  rios e lagos onde não se pode nadar, tem a proteção de Ewá. Um de seus atributos é a vidência, concedida por Orunmilá.
Ewa hi hó!
Como se manifesta minha intuição e minha criatividade? Quais são as facetas inconscientes de minha personalidade? Quais são meus medos e minhas limitações?

 7. Pomba-gira: é a síntese da livre expressão da sexualidade feminina. Exu feminino , é uma entidade cujas as origens remotam aos candomblés, e do entrecruzamento das tradições africanas e européias, surgiu seu culto. Nela podemos  encontrar tanto o apoio material  como o espiritual.
Laroyê  Pomba-gira!
Como vivo minha sexualidade? Exprimo meu desejo de poder pela minha sexualidade?
Quais sãos as minhas necessidades financeiras?  Que tipo de poder o dinheiro representa pra mim?
Goddess Bless Us!
Paz e Luz!












Nenhum comentário:

Postar um comentário