segunda-feira, 1 de agosto de 2011

A Festa de Lughnasadh


Um dia regido pela energia cósmica, conhecido por muitos  como Lammas,  ou a festa da primeira Colheita, ou ainda o dia da festa do Pão, pois nesta data, 1 de Agosto
(no hemisfério Norte), pois é um tempo de Lua Nova, de renovação, da semeadura, de criatividade e esperanças.  Lughnasad  significa a Assembléia de Lugh (deus e rei solar celta),    uma comemoração em honra a sua mãe adotiva, Tailtiu, símbolo da Terra Mãe Fértil  na Irlanda.
 Neste dia se colhia os primeiros  grãos que seriam utilizados para a fabricação da farinha, pois ao transformar o grão em farinha, era com reverência, que com esta se fazia o pão. É um dia também propício para render graças à Deusa pela abundância das primeiras colheitas e lhe pedir que assim sempre se suceda.
Em tempos d'antanhos, logo após ao nascer do Sol, sarcedotisas e sacerdotes iam aos campos colher uma poção simbólica de plantas. Uma vez separados da palha, os grãos se transformavam em farinha, e só depois podia se passar  à festa propriamente dita.
Na Itália, a partir da Idade Média, se preparava para esta ocasião os tortellinis, que simbolizavam o umbigo de Vênus, deusa do amor e da fertilidade. Por outro lado, os povos ameríndios  confeccionavam o pão de milho; especificamente, no México são as tortillas que se cozinham.





 É um momento bastante propício  para celebrar rituais de proteção, pois todos os encantamentos, sortilégios e poções  concebidos neste dia, possuiam um poder a mais do que o  normal  para combater as forças do mal e demais influências negativas.
Enfim, é uma celebração também recheada de símbolos específicos, como o poder sagrado da serpente, uma vez que era a ocasião de danças sagradas dedicadas a este animal em certas tribos meso-americanas.



Deidades à celebrar ou invocar

Lugh: deus dos Druidas.
Deméter: deusa das terras cultivadas e colheitas.
Ceres: deusa dos comércio de cereais.
Todos os deuses e deusas que são responsáveis pelas colheitas.


Símbolos e correspondências

Incenso:  Salvia, Cedro
Árvores: Aveleira, Nogueira.
Flores: Rosas, Beladona, Girassol.
Cores: laranja, amarelo, verde.
Velas: verde, laranja.
Pedras: jaspe vermelho, jade, malaquita.
Planeta: Sol.
Carta do Tarot : o Arcano Maior A Força.
Influência: coragem, sucesso.

Pratos para degustar nesta data

Arroz com legumes; pão de milho; as famosas tortillas, a ratatouille  francesa ( com beringela, abobrinha,  pimentão); tortellinis; torta de frutas silvestres; bolo de pêssegos, salada de frutas (pêssegos, pêras, e outras frutas da estação; hidromel, cerveja, vinho!

Portanto, podemos decorar nosso altar com uma simbólica de cada um desses itens, aqui quem manda é a criatividade e a imaginação, e claro, seguindo  sempre nossa intuição.
Creio que este é um dia mais do que especial para agradecer, render graças por todas as nossas vitórias, conquistas, e até mesmo pelo os "maus momentos", pois não deixam de fazer parte de nosso aprendizado, portanto vamos agradecer!




Paz e Luz!

















Nenhum comentário:

Postar um comentário