domingo, 11 de outubro de 2009

Rituais Mágicos e Karma



A Magia Branca é a Arte de atrair para si as influências positivas e benéficas no intuito de modificar favoravelmente todo  tipo de situação: amorosa, profissional ou financeira. E aonde entra a questão do karma na prática mágica, qual a relação?
Gostaria de ilustrar essa relação através de um fato verídico, vivido por uma pessoa bem próxima a mim, e que me deu uma lição para todo o sempre na prática da Magia. 
Essa pessoa estava passando por problemas financeiros seríssimos, a tal ponto de faltar o mínimo para garantir o pão do café da manhã. Pois bem, um ritual para atrair dinheiro foi realizado, em conjunto com  banhos de purificação e banhos específicos para o desequilíbrio financeiro em  questão. Passou-se um tempo bastante significativo, meses, e nada de melhoras significativas. Por quê!? Por um bom tempo permaneci mergulhada nestaquestão.
Mas... Além dos meus estudos e práticas da Magia com Ervas, velas, e Aromas, também me identifico e pratico há bastante tempo os ensinamentos da Grande Fraternidade Branca, e veio às minhas mãos um livro no qual comentava sobre os rituais direcionados à Esfera de Saturno, lugar de residência ( na Árvore da Vida) dos Grandes Justiceiros do nosso Universo, que a Tradição também os chama de Senhores do Karma etc. Ora,  a vasta literatura sobre a Fraternidade Branca nos fala de um Conselho Cármico! E foi então que para o problema já citado  realizei o Ritual  de Apelo ao Conselho Cármico, e não tardou a aparecer os resultados: mudanças significativas e positivas na situação como o desaparecimento de certos entraves que impediam a entrada de dinheiro, e consequentemente, o fluxo da abondância!
Compreendi que diante deste fardo mais ou menos pesado que cada ser humano traz consigo das vidas passadas, que não deixam de ser desequilíbrios de nossa harmonia energética, podemos através de rituais, decretos, petições podemos "apelar" para a reposição do equilíbrio, transmutar o karma que consiste em transfomá-lo em algo de qualidade superior.
Como eu já disse, todos nós trazemos consigo nosso "fardo", cujo o peso depende daquilo que semeámos nas vidas  anteriores. Se o bem  foi praticado, será recebido de volta um bem em intensidade equivalente ao que foi causado, o mesmo vale para o mal,  isto é, cada ação, independente de seu teor, gera uma reação. Mas significa que se passa conforme a lei que os homens criaram "quem com ferro mata, com ferro morre" ?
Não, de forma alguma! Deus é um Pai Amoroso, podemos pedir uma espécie de remissão de nossas penas, no que concerne ao  "parcelamento" de nossas dívidas kármicas, podemos solicitar que um novo acordo seja feito, mediante aquilo que  nos ensinou o Divino Mestre: "Peça e receberás". E quem está a cargo de fazer esse balanço ? O Conselho Cármico.
Portanto, para os praticantes de Magia que vão realizar rituais direcionados para  a resolução de problemas, seja na vida afetiva seja no campo financeiro,  aconselho a realizar o ritual do Conselho Cármico  antes de passar para o ritual específico em questão, pois na maioria das vezes é o suficiente para restabelecer  a Paz e o Equilíbrio. Experiência própria!
Para aqueles que vão realizá-lo pela primeira vez, aconselho, como já o fiz para várias amigas,  seguir um exemplo bastante conhecido na net, como  do blog  De Coração a Coração,  independente das datas  especificadas.
Em meus rituais pessoais faço sempre os uso de velas lilás ou roxa, e um incenso especialmente preparado para a ocasião:  

Receita: 
Incenso de Jerusalem ou Pontifical
Absinto (que pode ser substituído pelo o Alho)
Chicória ( que pode ser substituída pelo o Coentro)
Cipreste ( que pode ser substuído pelo o Salsão)
Alfazema
Quinquina ( que pode ser substiuída pela Pimenta)
Sal 







O Absinto e o Alho são ervas "limpam o terreno", vamos assim dizer, destroem larvas, fazem uma verdadeira faxina no plano Astral. A Chicória e o Coentro com o são plantas Ígneas, têm em comum a propriedade de intensificar o poder das demais Ervas.
A Lavanda é a "top" do mundo mágico das Ervas, pois detém  a maravilhoso poder de ser o Canal de várias Esferas Cósmicas e de oferecer, consequentemente, benefícios inimagináveis.
Tanto a Quinquina como a Pimenta agem com seus poderes protetores e banir as influências maléficas.
Cipreste ou Salsão, ambos de natureza saturniana, purificam  e restabelecem o equilíbrio.
Para os problemas afetivos  - solidão crônica , retorno de afeição, quebrar uma ligação nefasta, por exemplo, acrescente aos demais ingredientes, a amêndoa ou oléo desta.
A receita também vale para banhos, sem o incenso, é claro.




Paz e Luz!




Lulu van Aerts.





Nenhum comentário:

Postar um comentário